Quer saber mais?

Entre em contacto

MOP Revoluciona OOH em Portugal

12 Out / 2020 / 16:30

A MOP lançou este mês, três novos suportes digitais que implicaram um investimento de cerca de 1,5 milhões de euros e que fazem parte de um crescente processo de digitalização do seu portefólio.
Foi há pouco menos de um ano que a MOP agitou o mercado de OOH ao apresentar-se com um novo posicionamento “Ideias Fora do Formato” e afirmando que o futuro do OOH (out-of-home) passava pela crescente digitalização dos formatos. É nesse contexto que introduziu estes três novos suportes digitais: Mupis (pequeno formato), 3 Ecrãs e Leds (grande formato).
A partir de agora cerca de 20% das redes da MOP passam a ser digitais tornando-se no operador de OOH com maior presença digital no mercado. Serão mais de 1400 faces até 2021, simultaneamente de pequeno e grande formato, colocadas nos pontos mais movimentados de Lisboa e Porto. Este processo começa já com a digitalização das principais estações do Metro Lisboa e das infraestruturas de Portugal (CP) e alguns Centros Comerciais na zona Norte.
Dentro do contexto “Ideias Fora do Formato” os anunciantes, agências de publicidade e meios passam a dispor de inúmeras soluções tecnológicas que potenciam a criatividade. A digitalização vai permitir comunicar com uma maior flexibilidade, impacto e cobertura, tornando qualquer comunicação OOH ainda mais “unskippable”.
Veja tudo no nosso video, carregando no link

O Out-of-Home é voz ativa de todos

16 Set / 2020 / 10:03

Vamos a meio do ano e algo que todos concordamos é que 2020 trouxe inúmeras mudanças no comportamento das pessoas, das marcas e dos meios. A verdade é que os temas da saúde publica e do impacto económico que a pandemia trouxe para cima da mesa colocaram muitas coisas “on hold” tendo afetado a forma como os consumidores veem as marcas.
De acordo com um estudo recente da American Association of Advertising Agencies, cerca de 43% das pessoas querem ser impactadas por marcas durante este período e quase 60% dos consumidores têm uma pior perceção de marcas que se deixam ficar “caladas”.
Nos últimos tempos temos sido relembrados que a voz e conteúdo das marcas não vive no vazio. Sobretudo o conteúdo que as marcas promovem é parte do ecossistema da sociedade e as mesmas têm de estar cientes onde e como fazem ouvir a sua voz. Tal como Stephan Loerke, CEO da World Federation Pf Advertisers, afirmou numa entrevista à CNBC, a forma como passamos as mensagens, onde as marcas colocam os seus anúncios, dizem muito sobre as mesmas.
O Out-of-Home, a publicidade de exterior, grande, marcante e altamente visível, cria oportunidades ótimas para as marcas partilharem as suas mensagens. Agora, mais do que nunca, depois de tantos meses fechados em casa, queremos é aproveitar ao máximo a vida no exterior. Com o OOH, as mensagens das marcas são o conteúdo e, ao partilharem a sua voz, apropriam-se assim do ambiente, não só físico, e conseguem moldá-lo.
O impacto da comunicação offline é real. Cada vez mais vemos as marcas a alinharem-se com o ambiente sociocultural que se faz sentir e a definirem uma posição concreta recorrendo ao OOH, uma vez que é uma plataforma segura para partilhar mensagens, estimular Buzz, impactar diretamente a comunidade e, assim, moldar o ambiente e sociedade em que vivemos.

Regresso às Aulas com o Out-Of-Home

1 Set / 2020 / 11:00

O verão começa a ter os dias contados e muitos dos pais e alunos começam a questionar-se sobre o novo ano letivo que se avizinha. Como irá decorrer, será presencial ou não, será por turnos, entre outras questões que mostram a singularidade que tem sido este ano de 2020.
Mas e em relação às tendências de consumo típicas desta época? Fará sentido as marcas apostarem forte em campanhas e comunicação neste regresso às aulas?
A resposta é sim, de acordo com os dados recolhidos pela Deloitte e pela Nielsen, nos Estados Unidos, e presentes no relatório da operadora de OOH Outfront!
Apesar de, aparentemente, os níveis de consumo não se alterarem este ano, as tendências é que poderão ser diferentes. À medida que pais e estudantes se ajustam e preveem a nova realidade escolar percebe-se que existirá uma tendência para um maior consumo de tecnologia. Cerca de 72% destes consumidores acreditam que vão necessitar de comprar mais tecnologia, mobília e outros elementos de escritório.  Prevê-se que haja um aumento do consumo online, com mais de 40% dos inquiridos a afirmar que pretende efetuar as suas compras através do site das marcas.
E, como tem sido costume, as grandes superfícies estão no top of mind do consumidor no que toca ao regresso à escola, com cerca de 80% dos inquiridos a afirmar que pretende fazer as suas compras nestes espaços comerciais, quer seja online ou nas lojas físicas. 
Ser o top of mind  dos consumidores é cada vez mais importante e o OOH oferece um destaque essencial às marcas que pretendem chegar aos seus targets e, sobretudo, influenciar comportamentos de consumo, ao garantir um engagement multi-canal com 40% maior probabilidade de estimular pesquisas da marca no mobile e 48% maior probabilidade de um consumidor clicar num anúncio mobile, depois de ter sido impactado pelo mesmo anúncio no OOH.

Newsletter

Subscreva a nossa newsletter e fique a par das novidades.