Está a Ficar Tudo Bem

Estes últimos três meses não têm sido fáceis para ninguém, tanto para os que se viram fechados em casa como para os que tiveram de continuar na rua. Muita coisa mudou nas nossas vidas e a um ritmo que nunca pensámos antes. O desconhecido e uma sensação de incerteza passou a ocupar o nosso pensamento.
Ao mesmo tempo surgiram palavras de esperança simples e plausíveis: “vai ficar tudo bem”. E vai mesmo. Aqui, na MOP, já começamos a notar este regresso à normalidade do nosso dia-a-dia profissional.
Passámos de “vai ficar tudo bem” para “está a ficar tudo bem”. A verdade é que ainda não está tudo bem, estamos plenamente conscientes disso, mas também já temos motivos para deixar de especular constantemente sobre o futuro e começar a ver um presente mais positivo.
Os olhares mais distraídos já notaram que há mais gente na rua, há mais transportes a circular, há mais atividades abertas. Há, novamente, mais vida na rua. E vários anunciantes já voltaram à rua e ao OOH aproveitando esta tendência.
A verdade é que o que vemos, está fundamentado com os dados mais recentes da PSE (entidade que vai fazer a avaliação das audiências do OOH e que está a monitorizar a mobilidade dos portugueses todos os dias). A curva de “desconfinamento” continua a aumentar, já tendo passado os 50% e as perspetivas são ainda mais positivas tendo em conta a reabertura dos espaços escolares, restaurantes e outras atividades económicas. O OOH vinha a crescer de forma destacada quando comparado com outros meios. O início do percurso para voltara a ocupar esse lugar já começou

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Newsletter

Subscreva a nossa newsletter e fique a par das novidades.